TURISMO AFRO-PINDORÂMICO

Em mais uma iniciativa pioneira desta vez aliado a Oficinas de História Afro-referenciada do professor Arthur José Batista e o Museu do MAR (Museu de Arte Moderna do Rio) o Instituto Hoju traz o Curso de Turismo Histórico Afro-referenciado, o objetivo é capacitar a comunidade negra para a geração de renda alternativa (economia criativa) tendo a oportunidade de contar a história do Rio de Janeiro através da ótica do negro!

A ideia é receber os turistas na cidade contando a versão negra da história e ainda fazer a narrativa em inglês. O curso é direcionado a negros (pretos e pardos - IBGE) e moradores de favelas ou periferias do Estado do Rio de Janeiro que estejam na classificação do IDH abaixo de 7.0 e será ministrado pelo Mestre Arthur José Batista, professor do CPII, mitólogo e pesquisador da história afro-diaspórica no Rio de Janeiro, integrante do NEAB RJ. 

Os encontros presenciais serão a céu aberto, nos locais onde a história aconteceu. 
Aulas de modelagem de projetos turisticos, inglês para guiamento, como se tornar um guia credenciado ...

As aulas acontecerão aos sábados de 9 às 12 horas nas proximidades do Museu do MAR (locais históricos) e a parte teórica no próprio museu de 10 às 14 horas.

Serão 8 encontros presenciais e assessoria para formatação de projetos turísticos.

METODOLOGIA

O curso com ênfase na narrativa africana sobre a Diáspora no Brasil,  tem como metodologia a experiência do campo enviesada pela visão africana de mundo , desmentindo os mitos construídos pela colonialidade. O curso conta com recursos audiovisuais, leituras  e vivência no campo . 

A exibição audiovisual e iconográfica serão ferramentas essenciais para as discussões baseadas na leitura prévia de autores e textos selecionados, organizados em módulos temáticos, privilegiando-se as contribuições de pensadores de uma perspectiva ontológica africana, de modo que haja convergência com a narrativa “desde de dentro” sobre a história de África. 

O curso também tem característica interdisciplinar, sua abordagem  prioriza áreas das ciências que ampliem a compreensão que os estudos culturais africanos exigem: 

O curso conta ainda com um intensivo em inglês para instrumentação dos alunos na área de turismo histórico no Cais do Valongo.

 

Múltiplas apreensões por sua natureza elementar 

Autores privilegiados: Diop, Ki-Zerbo, M’Bokolo, Mudimbe.

O CURSO NÃO FORMA GUIAS, MAS NARRADORES DA HISTÓRIA AFRICANA NA CIDADE.

O curso é uma parceria entre o Instituto Hoju, o professor Arthur Batista e o MAR 

(Museu de Arte do Rio).

+55 21 3852-3431

+55 21 99533-0483

Rua Pedro Ernesto, 80 subsolo, Gamboa,

Rio de Janeiro, CEP 20220-350

Todos os direitos reservados ao Instituto Hoju

  • Facebook_hoju
  • Instagram_hoju